Feira Medieval de Viana 2017

© Inês Barbosa
 

Recriando o ambiente medieval, este foi um fim de semana temático que transformou o rosto de Viana do Castelo, transportando os seus habitantes e visitantes ao longínquo ano de 1258, data de atribuição da Carta de Foral a Viana da Foz do Lima, por El-Rei D. Afonso III.

Sob o tema do reinado afonsino, e paralelamente às muitas bancas de mercadorias espalhadas pelas ruas vianenses teve lugar, no dia 16 de junho, às 22h00, a Abertura da Feira Medieval de Viana 2017, com articulação de todos os grupos amadores e associações culturais e recreativas do Concelho de Viana do Castelo que participaram na animação do evento.

Através do Teatro do Noroeste - CDV esta iniciativa, organizada pela VianaFestas, com apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, contou com um leque de atores profissionais e amadores que, trabalhando em conjunto, pontuaram os dias medievais de Viana com diferentes, caraterísticas e muito divertidas animações de rua em que participaram, no total, mais de 220 pessoas, entre atores, músicos, bailarinos e figurantes.

O Teatro do Noroeste - CDV, juntamente com o Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito, a Animal Experience Associação, a ArtMatriz - Associação Cultural e Artística, a Associação Cultural de Chafé, a Associação Cultural e Recreativa de Vila Franca, a Associação Equestre Beira Lima, o ATIVAjúnior - Oficina de Teatro com Jovens do Teatro do Noroeste - CDV, o ATIVAsénior - Oficina de Teatro com Seniores do Teatro do Noroeste - CDV, os Boca de Cão - Teatro de Rua e Formas Animadas, os Bombos da Corte - Viana Bombos Casa dos Rapazes, as Cantadeiras do Vale do Neiva, a Casa dos Nichos - Núcleo Museológico, o ENQUANTO NAVEGÁVAMOS - Oficina de Teatro com Ex-Trabalhadores dos ENVC do Teatro do Noroeste - CDV, o Grupo Coral do Centro de Estudos Regionais, o Grupo de Danças e Cantares de Perre, a IVO Shows, Mary Jane Bellydance, o Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 ede Agosto, a Objetos Misturados, as Oficinas do Gabinete de Atendimento à Família, Os Gambuzinos, Ricardo Ferreira, os Sons da Suévia, a Tribo Ta-Meri, os Troula Animación, a ZEPAM Associação Musical e ainda dezenas de pessoas da comunidades que individualmente manifestaram a vontade de colaborar com a companhia vianense na animação do certame, levaram o teatro, a música e as danças medievais à rua, durante quatro dias de viagem até à Viana da Foz do Lima, ano da graça de 1258, Reino de Portugal.

Como habitualmente, a Feira Medieval encheu por completo as ruas do centro histórico de Viana do Castelo ao longo dos dias 16, 17 e 18 de junho.

Informações: 258 823 259 | 967 552 988

geral@centrodramaticodeviana.com